quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Dr. Moacir Silveira



Dr. Moacir Silveira é um grande amigo. E como os amigos são bondosos e generosos, Dr. Moacir fez montagens das músicas que gravei no CD "Gente & Terras Geraes". Se antes as canções tinham letra e melodia, agora possuem movimento visual através dos vídeos clipes que o Dr. Moacir fez com maestria. Um dos seus hobbies é fazer edição de imagens de músicas conhecidas. Pedi ao Dr. Moacir Silveira para fazer uma síntese biográfica para que os meus amigos possam saber um pouco da sua vida.
            Abaixo, transcrevo o texto que ele me enviou.

            "Filho de família humilde nasci no dia 5/9/1949, em Visconde do Rio Branco, MG, filho de Terezinha Maria de Lima (costureira) e de Francisco de Assis Silveira (músico). Ela também de VRB e ele natural de Viçosa, MG.
            Ainda aos dois anos de idade vim para BH, pois meu pai conseguira ingressar na PMMG, como músico da banda do BG, onde alcançaria o posto de sargento.
            Passei minha infância e juventude na rua Tenente Garro, 150 e férias escolares sempre na minha querida VRB.
            Fiz o primário no Grupo Escolar Henrique Diniz, ginásio no Colégio Tiradentes, universitário (incompleto) no Curso de Comunicação Social da PUC-MG, bacharelando em Direito pela então FIUBE (Faculdades Integradas de Uberaba), hoje UNIUBE (universidade).
            Para ajudar no sustendo da casa, muito cedo iniciei atividade laboral. Primeiro na Cia. de Seguros Monte Líbano (1964), depois na Cia. Moinho Santista, no Consulado Francês e TV Itacolomi (1967). Nessa última ingressei como contínuo, para em seguida ser promovido a auxiliar de escritório e diretor de TV.
            Em 1972, por ocasião da inauguração da TV Uberaba, fui convidado a assumir o posto de Superintendente Artístico da nova emissora dos Diários Associados, onde cheguei também a ocupar o posto de Diretor Comercial.
            Após concluir o curso de Direito (1980) fui convidado a assumir o magistério no Curso de Comunicação Social, bem como o cargo de Assessor de Comunicação da FIUBE.
            Nesse meio tempo casei-me, descasei-me, constituí famílias das quais advieram meus quatro filhos e uma neta. Fabiana (do primeiro casamento), Nayara, Marcos e Leandro (do segundo). Minha neta Ana Beatriz, hoje com 21 anos, trabalha e cursa faculdade em São Paulo, capital.
            Ao ficar desempregado mudei-me para Brasília (1989), onde montei em parceria com o então Procurador Geral do Trabalho Vicente W. N. Brito o IBEJ - Instituto Brasileiro de Estudos Jurídicos, especializado em concursos públicos.
            Em 1992 fui aprovado no concurso para a magistratura do TJMG, tendo exercido cargo de Juiz de Direito nas comarcas de Corinto, Três Marias, Guaxupé e Governador Valadares.
            Já aposentado, atualmente resido em Uberaba em companhia de minha atual esposa Vânia Saito Silveira e do filho mais novo Leandro Felipe, que ainda cursa o colegial."


Nenhum comentário: