terça-feira, 12 de abril de 2016

Maria das Graças Araújo Vieira



Maria das Graças Araújo Vieira

            Nesta madrugada tivemos uma notícia muito triste. O falecimento da nossa amiga Graça Araújo.

            A primeira lembrança que sempre terei da Graça é a sua LUMINOSIDADE. Por onde passava irradiava, ao seu redor, LUZ.  O brilho das pessoas evoluídas espiritualmente. A LUZ de quem veio a este mundo para ajudar o semelhante, compartilhar a sua bondade.
           
            A Graça transmitia PAZ. A caridade era mais uma das suas inúmeras virtudes.

            Exerceu o magistério a mais bela das profissões. Através dos seus atos e atitudes deixa, aos que agora ficam, um legado de honra e caráter.

            Religiosa, católica,  cristã, dignificou os ensinamentos de Cristo.

            Casada com o amigo Lucas de Freitas Vieira, construíram uma Família unida, exemplar. As filhas Débora, Fernanda e Camila, os netos Moacir, João Pedro, Davi, Lucas e Maria, serão os continuadores da boa obra que fez aqui na terra.

Um ser de luz nunca morre  eterniza-se.

            Neste momento de dor não conhecemos palavras apropriadas para confortar à Família. Só o tempo e a certeza da ressurreição, da vida eterna para amenizar tamanho sofrimento. Que DEUS ilumine a todos, dando-lhes forças para suportar esta perda irreparável.

À Família enlutada, nossas preces, solidariedade e sentimentos,
Ildefonso, Lourdes e Thaís

Um comentário:

Antonio José Barbosa disse...

Com a morte da Graça, sinto-me um pouco mais diminuído como ser humano. Que ela siga, na eternidade, sua trajetória de luz e bondade. Ao Lucas e aos demais familiares, meu abraço fraterno e minhas orações. Antonio Barbosa